VarejoDLL Automação - ABF aponta crescimento em franquias, unidades a redes

Autora: Maria Luisa Coelho.

 

Segundo balanço divulgado pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), o número de redes de franquia, em operação no país, voltou a crescer em 2018 após recuo em 2017. A melhora gradativa do cenário econômico e a definição do quadro político no país refletiram no setor de franquias de maneira positiva, fazendo com que o mesmo registrasse um crescimento de 7% no ano passado, se comparado ao anterior.

Ainda segundo a ABF, o número de marcas cresceu 1% e o total de unidades em operação no país avançou 5% no ano passado. A expectativa é que esse setor gere 8% mais empregos totalizando cerca de 1,3 milhões de trabalhadores contratados.

As eleições, a expectativa por mais reformas e consequente melhoria no ambiente dos negócios, a melhora nos índices de confiança empresarial e dos consumidores, o aumento no volume de vendas com a Black Friday e o reaquecimento das vendas no varejo no final de 2018 também contribuíram para esse bom desempenho, complementa a ABF.

Os bons resultados no ano passado também estão sendo projetados para 2019. A ABF acredita em uma alta no faturamento do setor de franquias, que deve ficar entre 8% e 10%, na maior geração de empregos, com um aumento de 5% em relação a 2018, na expansão de unidades, podendo variar entre 5% e 6%, e também no número de redes, que segue com a mesma margem de 1%.

Com um faturamento anual de aproximadamente R$160 bilhões, o setor de franquias no país reúne hoje mais de 140 mil unidades de cerca de 2800 marcas. As 50 maiores franquias do Brasil estão nos setores de alimentação, serviços educacionais, saúde, beleza e bem estar. A maior delas é o O Boticário, que possui 3724 lojas por todo o país. O Mc Donald’s, que já esteve em primeiro lugar, ocupa hoje a terceira posição do ranking, logo atrás da AM PM Mini Market.

Se você pensa em abrir uma franquia, independente do seu tamanho e importância no mercado, precisa estar atento às vantagens e desvantagens do investimento. Abaixo, você confere algumas:

Vantagens:

  • Ter a credibilidade de uma marca já conhecida no mercado

Como franqueado, você poderá tirar proveito de uma vantagem competitiva, já que seus produtos/serviços já foram testados no mercado.

  • Apoio do franqueador

O franqueado recebe treinamento e orientação do franqueador, que busca zelar pelo nome da sua marca. Sem contar, que as chances de um franqueado obter sucesso usando um sistema de franquia é bem maior do que uma pessoa que monta um negócio independente.

  • Plano de negócio pronto

A estrutura disposta pela franqueadora é essencial para instalação e expansão do negócio com menos risco financeiro.

  • Garantia de mercado

A franqueada já fez testes com os produtos no mercado, planejou sua expansão e conhece muito bem o perfil dos clientes. Além de possuir informações importantes e estratégias com relação ao processo de produção e venda.

  • Melhor planejamento dos custos de instalação

O franqueador informará a você, o custo do projeto, além das plantas e fiscalização da obra. Dessa forma, você terá uma maior previsibilidade quanto aos gastos, comparando aos custos de instalação de um negócio independente.

  • Economia de escala

Todos os custos de propaganda são divididos entre os franqueados da rede, o que diminui consideravelmente seus investimentos, além de melhorar a qualidade da comunicação, que passará a ter um padrão.

  • Independência jurídica e financeira

O franqueado tem sua própria razão social, será uma pessoa jurídica distinta da franqueadora e terá responsabilidade sobre todas as operações financeiras dentro do estabelecimento.

 

Desvantagens:

  • Pouca flexibilidade

Em uma franquia, os controles sobre operações do franqueado são permanentes e tem por objetivo detectar falhas no cumprimento de obrigações, como questões financeiras e contábeis.

Existe uma interdependência mútua entre o franqueado e o franqueador. Ambos compartilham o sucesso e também o fracasso.

  • Risco de falhas no sistema

Descumprimento de cláusulas do contrato, como atraso na entrega de produtos, deficiência na variedade dos mesmos, perda de qualidade e diminuição da rentabilidade prevista podem ocorrer. Por isso, é preciso estudar bem o modelo de franquia antes de fechar o negócio.

  • Localização forçada

Você, como franqueado, pode dar sugestões de locais para instalação do ponto de venda, mas a decisão final é de responsabilidade do franqueador.

Se, após esse texto, abrir uma franquia é uma possibilidade para você, estaremos felizes em ajudá-lo durante todo o processo de gestão e automação comercial. Contamos, inclusive, com produtos que te ajudarão durante todo o processo. Para saber mais entre em contato WhatsApp (21) 98778-5808.

Com informações de ABF e Sebrae.

Gostou de nosso conteúdo?
Quer receber no seu e-mail?
Pressione o botão ao lado >>

https://dllautomacao.com.br/wp-content/uploads/2017/03/logo7.png
https://dllautomacao.com.br/wp-content/uploads/2017/03/logo_white.png
Blogs

Se você desejar você pode receber nossa comunicação de vez quando contendo conteúdo específico de nossa indústria, novidades e atualizações do mundo empresarial. Nada de spam. Só conteúdo relevante.

DLL Automação

Uma das empresas pioneiras no ramo no Rio de Janeiro, nós nos dedicamos a servir outras a empresas a efetivamente implantar e manter funcionais – com o mínimo de intervenção – sistemas de automação comercial para que empreendedores possam se concentrar em seu “core business” e ganhar dinheiro.

Desenvolvido por www.is21.com.br Hxis Technology